Zimbra: Definindo o intervalo de envio do aviso de férias (ou fora do escritório)

 

Olá! Quem já criou algum aviso de fora do escritório ou de férias, como muitos preferem chamar, deve ter observado o comportamento do Zimbra não enviar o aviso para toda mensagem recebida do mesmo remetente.

Isso ocorre devido ao comportamento de cache de remetentes para o Zimbra não enviar múltiplas respostas para o mesmo remetente.

Continuar lendo “Zimbra: Definindo o intervalo de envio do aviso de férias (ou fora do escritório)”

Zimbra 8.6.0: Aplicando o Patch 11

Zimbra-logo-color

Olá ! Nesse artigo irei abordar a aplicação do Patch 11 (Lançado em Agosto de 2018) para a versão 8.6.0 do Zimbra. Essa atualização é altamente recomendada pois contempla diversas correções (bug e security) importantes.

Não deixe de ler as notas de lançamento do patch: https://wiki.zimbra.com/wiki/Zimbra_Releases/8.6.0/P9

Link para a instalação do PATCH: https://files.zimbra.com/downloads/8.6.0_GA/zcs-patch-8.6.0_GA_1237.tgz

Uma vez efetuado o download do Patch 9, descompacte o mesmo e execute (como root) o script de atualização:

#tar xzf zcs-patch-8.6.0_GA_XXX.tgz
# cd zcs-patch-8.6.0_GA_XXX

# ./installPatch.sh

Para que as atualizações entrem em vigor, reinicie os serviços do zimbra:

# su – zimbra

$ zmcontrol restart

Para ambientes Multi Server, é necessário aplicar o patch em todos os servidores da solução.

Zimbra Network Edition: Visualização de alta fidelidade de documentos

Olá! Nesse artigo gostaria de apresentar um recurso muito interessante, que é exclusivo da versão Network Edition (NE):  Visualização de alta fidelidade de documentos

A visualização de alta fidelidade de documentos, no Zimbra NE, permite que sejam visualizados, diretamente no navegador, sem necessidade de download, documentos do Office, utilizando a biblioteca do LibreOffice.

Continuar lendo “Zimbra Network Edition: Visualização de alta fidelidade de documentos”

Zimbra: Criando resposta automática somente um endereço da conta

Olá ! Gostaria de compartilhar uma dica para criar uma resposta automática somente para um endereço da conta. É muito comum que algumas contas, pessoais ou compartilhadas, sejam renomeadas e que seja necessário manter um nome alternativo (alias) com o nome anterior da mesma. Nesses casos, muita vezes se deseja informar aos remetentes que o nome da caixa mudou.

Por exemplo, imagine que a conta “fabio@respirandolinux.com.br” tenha uma alias “schmidt@respirandolinux.com.br” e se deseje criar uma resposta automática somente para mensagens enviadas para o alias “schmidt@respirandolinux.com.br”.

Pelo cliente WEB, não é possível criar filtros com a ação responder (“reply”), porém o Zimbra suporta essa ação. Portanto, essa regra deve ser criada pela linha de comando, conforme o exemplo abaixo:

/opt/zimbra/bin/zmmailbox -z -m fabio@respirandolinux.com.br afrl “alias_responder” active any address “to,cc” all is “schmidt@respirandolinux.com.br” reply “Meu e-mail mudou para fabio@respirandolinux.com.br” stop

Zimbra: Implementando Plus Addressing

Olá ! Tenho muito prazer em traduzir mais um artigo do Jorge de la Cruz, desta vez sobre a implementação do suporte para “Plus addressing” no Zimbra.

O que é Plus Addressing?

Este recurso permite utilizar variações de endereço para entrega em uma caixa postal SEM precisar criar nomes alternativos ou configurações como transport maps, por exemplo.

Link do artigo original, em espanhol:
https://www.jorgedelacruz.es/2017/08/21/zimbra-creando-sub-direcciones-de-correo-rapidas-en-zimbra-usando-plus-addressing/

Continuar lendo “Zimbra: Implementando Plus Addressing”

Zimbra: Comportamento de fallback das urls “ldap_url” e “ldap_master_url”

photo

Olá ! Nesse artigo gostaria de compartilhar com vocês um esclarecimento sobre o funcionamento de fallback das urls “ldap_url” e “ldap_master_url“.

Quando se utiliza múltiplos servidores ldap no Zimbra, essas diretrizes permitem o apontamento de múltiplos servidores ldap, para contingência. Desta forma, não é efetuado o balanceamento de carga, e sim quando um servidor fica indisponível , o Zimbra, automaticamente, direciona as conexões para o próximo da relação.

Porém, o comportamento quando um servidor que estava “marcado” como indisponível é restabelecido, não é direcionar novamente as conexões para o mesmo. Portanto, para que um servidor ldap, que apresentou indisponibilidade, passe a ser utilizado novamente, é necessário reiniciar os serviços.

Efetuei a abertura de uma solicitação de melhoria, pois acredito, na minha humilde opinião, que vale ao menos a análise da modificação desse comportamento. Caso concordem com essa requisição, por favor “votem” no bug aberto:

https://bugzilla.zimbra.com/show_bug.cgi?id=107550

Zimbra: Alerta de bug grave: Remoção dos pacotes do Zimbra (8.7.0 e 8.7.1) no Ubuntu

photodownload

Olá ! Nesse post gostaria de compartilhar com vocês um alerta crítico para quem possui as versões 8.7.0 e 8.7.1 instaladas no SO Ubuntu:

Foi identificado que ao efetuar atualizações do sistema operacional (14 e 16), pacotes essenciais do Zimbra estavam sendo removidos, tornando a aplicação indisponível. 

  • Até o momento, não há uma correção, portanto, não atualizem o SO e remova as atualizações automática do sistema, caso esteja configurado desta maneira.
Bug aberto para acompanhamento: https://bugzilla.zimbra.com/show_bug.cgi?id=107436

Zimbra: Solucionar erro “Problem parsing XML – The element type hr”

Olá ! Nesse artigo gostaria de compartilhar a solução para o erro abaixo ao inicializar o Zimbra, especificamente o serviço mailbox:

misc – Problem parsing XML – Fatal Error: Problem on line 10 of document : The element type “hr” must be terminated by the matching end-tag </hr

Continuar lendo “Zimbra: Solucionar erro “Problem parsing XML – The element type hr””

Zimbra e cloud: Problemas de entrega LMTP (connection refused port 7025)

zimbra-no-lettermark - Copy

Olá ! Recentemente efetuei uma migração de um Zimbra Network para Cloud e no ambiente não seria configurado um DNS local, utilizando somente o DNS de cache implementado pela própria solução.

Neste cenário, o servidor possui um endereço IP interno configurado, portanto, é utilizado NAT para que o mesmo seja acessado através da Internet. Para exemplificar, vamos assumir as seguintes informações:

Domínio: zimbra.local

IP interno: 192.168.1.1

IP válido: 1.1.1.1

Hostname (interno e externo): mail.zimbra.local

O que precisamos corrigir neste cenário?

O Zimbra efetua as entregas das mensagens locais via LTMP, e como pode ser observado através do parâmetro zimbraMailTransport, é utilizado o nome do servidor. Por padrão, o LMTP irá efetuar resoluções DNS para a entrega das mensagens, portanto, o hostname mail.zimbra.local irá resolver para o IP válido, e pode ocorrer que o ambiente não permita esse acesso.

Como devemos corrigir a entrega LMTP para utilizar o endereço IP interno?

Para que ao entregar as mensagens locais, é preciso informar ao Zimbra que o protocolo LMTP não deve utilizar DNS, e sim resolução interna.

Para isso, além de definir corretamente a entrada no /etc/hosts, precisamaos definir o parâmetro zimbraMtaLmtpHostLookup conforme abaixo:

zmprov ms `zmhostname` zimbraMtaLmtpHostLookup native

zmprov mcf zimbraMtaLmtpHostLookup native

Após as alterações serem efetuadas, NÃO é necessário reiniciar nenhum serviço.

Procurando treinamento oficial (presencial e EAD) de Zimbra? Bktech !

[Conversando] Linux, carreira e gratidão

Olá ! Esse é meu primeiro post que não possui teor técnico e não farei disso uma prática, porém, após quase 6 anos que decidi criar meu blog, muitas coisas (boas) aconteceram. Desta forma, gostaria de compartilhar essa experiência.

  • Bom, se em 2010, me dissessem onde eu estaria hoje (profissionalmente), eu mesmo não acreditaria ! Apesar de sempre ter estudado e atuado com Linux e soluções livres, no mercado de trabalho onde eu atuava eu nunca conseguia uma oportunidade de crescimento. Sei que boa parte era por naquela época ainda não ter concluído o ensino superior, mas o fato é que nunca aparecia uma oportunidade para iniciar uma carreira verdadeiramente. Entre essa “desilusão”, ouvia muitos comentários, alguns construtivos e outros não, que com Linux não havia como construir uma carreira, certa vez, um conhecido falou que “O Linux é Dom Quixote da computação”, eu não quis aprofundar a discussão, somente ouvi para refletir.
  • Decidi então começar a investir na certificação LPI e em estudos na área de segurança da informação. Mal sabia eu que isso iria mudar completamente minha carreira e vida. Ainda nos primeiros períodos da faculdade, por ter obtido a LPI 1, recebi uma chance de atuar com Linux e Softwares Livres, e o melhor, a oportunidade de se mudar para um mercado de trabalho de T.I. muito maior e aquecido. Precisamos ser gratos sempre, portanto, eu jamais poderia deixar de agradecer essa oportunidade que recebi e que me propiciou muitas conquistas, conhecimento e alegrias – especialmente  o fato de ter iniciado também uma carreira como professor, além de consultor. Mais uma vez, eu mesmo não acreditaria nisso ! Eu sempre fui muito tímido. Quem diria que dar aula seria uma das maiores paixões da minha vida !
  • Pra concluir, seis anos após ter ouvido sobre “não ter como construir uma carreira atuando com Linux”, sou um profissional especializado, certificado e mantenho esse blog (agradeço a todos que o visitam, vocês são a razão do blog existir) com muito entusiamo. Atualmente estou em uma colocação fantástica, a qual também sou especialmente grato, por atuar com pessoas e profissionais fantásticos, além do crescimento que me propicia.

Então, o que me motivou a escrever esse texto? Respondo: Me fizeram a seguinte pergunta recentemente: “Se alguém que estivesse começando na sua área, te pedisse conselhos, o que você diria?”.

Eu só posso dizer: Acredite em você ! Ame o que você faz ! Quando disserem que algo é impossível, talvez somente não querem que você vá além deles ! Você irá encontrar muita gente desiludida, que desistiu no caminho, portanto, se capacite, insista, então conquiste !

Obrigado !

Obs.: Desnecessário rebater sobre carreira e posição do Linux no mercado atual, não é mesmo? 🙂