Azure DNS: Excelente opção para DNS em Cloud (Parte 2)

Olá! Na primeira parte deste artigo (link aqui), apresentei o serviço Azure DNS como opção para hospedagem de zonas DNS em Cloud, com a confiabilidade, desempenho, facilidade de integração e administração do plataforma Azure, com excelente preço e sem custo com infraestrutura.

Este serviço pode ser contratado para a implementação de zonas DNS com diferentes propósitos.

Como neste blog um dos principais focos é E-mail, irei apresentar nesta segunda parte a criação de uma zona DNS para o domínio respirandolinux.com.br. Iremos efetuar as configurações iniciais para e-mail, com as entradas MX e SPF, além da entrada do tipo SRV para o serviço autodiscover.

Continuar lendo “Azure DNS: Excelente opção para DNS em Cloud (Parte 2)”

Anúncios

Azure DNS: Excelente opção para DNS em Cloud (Parte 1)

Olá! Nesse artigo gostaria de compartilhar sobre o Azure DNS, uma excelente opção, em Cloud, para quem precisa de servidores DNS para o seu domínio. Embora existam algumas alternativas gratuitas, geralmente estas opções não possuem suporte para alguns tipo de registro, especialmente registros SRV.

Tenho utilizado o serviço de DNS da Azure e pelos seguinte fatores considero o mesmo uma excelente opção:

  • Confiabilidade e desempenho
  • Facilidade de integração e administração
  • Segurança
  • Preços

Vamos então conhecer o serviço, através da página https://azure.microsoft.com/pt-br/services/dns/

Continuar lendo “Azure DNS: Excelente opção para DNS em Cloud (Parte 1)”

Destacado

Zimbra: Howto de instalação do Zimbra 8.8 (OSE) no Ubuntu 16

Olá ! Para esse ano, irei dedicar alguns artigos sobre instalação e dicas básicas do Zimbra. Analisado o perfil das minhas publicações, constatei que os posts estavam exclusivamente relacionados a implementações de funcionalidades ou correção de problemas. Portanto, você que está começando com Zimbra, espero que este blog também consiga te ajudar.

Vamos então ao primeiro artigo: Instalação do Zimbra 8.8 (Open Source) no Ubuntu 16 !

Atualizado em: Julho de 2018

Versão utilizada: 8.8.9 OSE

Continuar lendo “Zimbra: Howto de instalação do Zimbra 8.8 (OSE) no Ubuntu 16”

Zimbra Network Edition: Visualização de alta fidelidade de documentos

Olá! Nesse artigo gostaria de apresentar um recurso muito interessante, que é exclusivo da versão Network Edition (NE):  Visualização de alta fidelidade de documentos

A visualização de alta fidelidade de documentos, no Zimbra NE, permite que sejam visualizados, diretamente no navegador, sem necessidade de download, documentos do Office, utilizando a biblioteca do LibreOffice.

Continuar lendo “Zimbra Network Edition: Visualização de alta fidelidade de documentos”

Zimbra 8.x: Corrigindo comportamento de mensagens internas serem marcadas como SPAM

Olá! Nesse artigo gostaria de compartilhar com vocês como corrigir o comportamento de mensagens internas serem marcadas como SPAM no Zimbra. Isto é comum em ambientes com gateways de e-mail, cliente configurados como IMAP ou split-domain.

Continuar lendo “Zimbra 8.x: Corrigindo comportamento de mensagens internas serem marcadas como SPAM”

Agradecimentos e novidades para 2018!

Olá!

Gostaria de agradecer a todos que acessam e acompanham este Blog. 2017 foi novamente um ano muito bom na quantidade de acessos, o que significa muito mais gente sendo ajudada, e isso me deixa ainda com mais animo para compartilhar conhecimento. Como sempre digo, vocês são a razão deste blog existir.

Para 2018, passarei a publicar conteúdos em vídeo, com aulas e tutoriais sobre Zimbra e Linux, além de análises sobre o mercado de E-mail, colaboração e produtividade.

BtrFS : Redimensionando o sistema de arquivos

FN57XR2HWNUE89W.MEDIUM

Olá ! Recentemente precisei redimensionar um sistema de arquivos BTRFS (caso não conheça: https://elias.praciano.com/2016/02/introducao-ao-sistema-de-arquivos-btrfs/).  Para ser mais preciso, o ambiente estava com o BTRFS implementado utilizando LVM e o procedimento de redimensionamento do LVM  foi executado normalmente. Diferentemente dos outros sistemas de arquivos, não se utiliza o caminho do dispositivo de armazenamento para efetuar o redimensionamento, e sim o path do mesmo:

Por exemplo, para redimensionar um FS BTRFS montado em “/”, para o máximo do tamanho do volume:

btrfs filesystem resize max /