Zimbra Suite Plus/Network e AWS: Reduzindo o custo de armazenamento com S3 (Parte 1)

Olá! Um dos principais desafios em qualquer infraestrutura de correio eletrônico e colaboração é gerenciar o armazenamento, seja pelo volume de dados ou pela entrega com resiliência deste espaço para o ambiente.

Gostaria de compartilhar com vocês o módulo de HSM das versões Suites Plus e Network, que permite o armazenamento dos dados das caixas postais (E-mails, agendas, porta-arquivos, tarefas,etc.) em volumes S3.

Primeiramente, vamos ao básico do serviço S3 da Amazon (o HSM também é compatível com volumes S3 de outros fornecedores):

Documentação sobre o Amazon S3: https://aws.amazon.com/pt/s3/

 O Amazon S3 é um armazenamento de objetos criado para armazenar e recuperar qualquer quantidade de dados de qualquer local: sites e aplicativos móveis, aplicativos corporativos e dados de sensores ou dispositivos da IoT. O serviço foi projetado para oferecer resiliência de 99,999999999% e armazena dados para milhões de aplicativos usados por líderes de mercado em todos os setores. O S3 oferece recursos abrangentes de segurança e conformidade que cumprem até os requisitos normativos mais rigorosos.

Além da resiliência, disponibilidade e escalabilidade, o custo de armazenamento também é um grande benefício de um serviço S3.

Com o preço varia por região, vamos ver dois exemplos, o primeiro em uma região dos Estados Unidos e o segundo no Brasil:

Link para a tabela de preços: https://aws.amazon.com/pt/s3/pricing/

Como podemos ver nas tabelas de preço acima, os preços são muito interessantes, principalmente se formos analisar as opções do próprio S3 para armazenamento: Standard, Acesso Infrequente e Acesso infrequente One Zone (falarei sobre eles em um próximo artigo).

O que torna o módulo HSM do Zimbra tão interessante, é que é possível utilizar volumes S3 como armazenamento principal (a partir da versão 8.8.9) e como armazenamento secundário.

Para armazenamento secundário é possível criar políticas (sim, múltiplas) para movimentação dos dados de um armazenamento principal, que pode estar em um storage local, para um volume secundário em S3, utilizando critérios como idade, tamanho e anexos do item.

No próximo artigo desta série irei publicar a criação de um volume S3 na Amazon e configuração deste volume no Zimbra. Até breve!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s